• Adoção e Comunidade

    Banco Central do Irã permitirá pagamentos em criptomoedas


    Por Dassia Souza • 14 de janeiro de 2022
    tempo de leitura do artigo: 2 minutos

    O Banco Central do Irã permitirá pagamentos em criptomoedas para acordos econômicos internacionais.

    Banco Central do Irã permitirá pagamentos em criptomoedas

    O Banco Central do Irã (CBI) e o Ministério do Comércio acordaram vincular a plataforma de pagamento CBI a um sistema de negociação que permitirá que empresas iranianas façam e recebam pagamentos usando criptomoedas.

    Nesse sentido, Alireza Peyman-Pak, Ministro da Indústria, Minas e Comércio do Irã e Diretor da Organização de Promoção Comercial do Irã (TPO), disse que o novo mecanismo de pagamento deve começar a operar nas próximas duas semanas.

    “Esse novo sistema de pagamento deve oferecer novas oportunidades para importadores e exportadores fazerem uso de criptomoedas em seus acordos internacionais”.

    Alireza Peyman-Pak

    Acompanhe o analise técnica diária do Bitcoin (BTC) acessando aqui

    A indústria de criptomoedas no Irã tem sido atormentada pela incerteza. 

    Pois, a principal organização Blockchain do Irã levantou preocupações sobre a aplicação de certos padrões regulatórios em criptomoedas no final de 2021.

    Além disso, o governo iraniano também está implementando cortes de energia regulados para mineradores locais de Bitcoin (BTC).

    Enquanto a mineração de Bitcoins no Irã é autorizada pelo Banco Central, o funcionamento desta indústria parece estar destinado a depender das estações do ano.

    De fato, as operações de mineração de Bitcoins e outras criptomoedas estão paralisadas no momento. 

    De acordo com o governo do Irã, as atividades de mineração de criptomoedas levaram a inúmeras quedas de energia, afetando negativamente os sistemas de aquecimento do país.

    A mesma coisa aconteceu em maio de 2021, pois restringiram as operações de mineração de BTC, devido ao aumento do consumo de energia elétrica que ocorreu no verão. 

    Não só o Irã culpou as criptomoedas por falta de energia, a mesma situação aconteceu em países como Kosovo e Argentina. 

    Em ambos os países, os problemas energéticos são atribuídos à mineração de Bitcoins e não à falta de investimento no setor elétrico por parte das autoridades dos países afetados.

    E aí, você conhece outro países que atribuem os problemas energéticos à mineração do Bitcoin (BTC)? Deixe seus comentários!

    Curta a página da CryptoRadar na Instagram, FacebookTwitter e interaja conosco.

    Fonte: El Banco Central de Irán permitirá los pagos con criptomonedas para los acuerdos económicos internacionales

  • CryptoTalk banner

  • Matérias Relacionadas


    Carregar mais matérias relacionadas.