• Adoção e Comunidade

    Coincheck lança OTC de bitcoin para clientes institucionais


    Por Alexandre Dantas Lage • 1 de abril de 2019
    tempo de leitura do artigo: 2 minutos

    A bolsa japonesa de criptoativos, Coincheck, lançou a negociação de bitcoin (BTC) em mercado de balcão (OTC) para clientes institucionais em grande escala.

    De acordo com a Cointelegraph do Japão, o mercado de balcão de BTC permitirá que clientes negociem grandes quantias de bitcoin. Através de uma interface web hospedada pela Coincheck, os clientes poderão negociar a partir de 50 BTC (~R$815.000,00) diretamente entre si.

    Em uma publicação em seu blog, a Coincheck afirmou que os períodos para negociação através do OTC serão limitados. Portanto, as transações somente poderão ser realizadas em dias úteis entre 10h e 15h (JST).

    Além disso, a bolsa esclareceu que os limites de dias e horários também se aplicam para as transações via API ou aplicativo da Coincheck.

    mercado de balcão de cripto
    Mercado de balcão de bitcoin – OTC de Bitcoin

    A bolsa observou que o novo serviço permitirá a compra e venda de grandes quantias de BTC por clientes institucionais de maneira rápida. Ela também indicou que está considerando disponibilizar o OTC para outras criptomoedas além do BTC.

    Assim, a Coincheck estaria seguindo os passos da Coinbase, bolsa de cripto norte-americana, que lançou seu serviço de OTC para clientes institucionais em novembro de 2018. Na época, a Coinbase passou por um processo para se tornar uma corretora regulamentada pela Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC).

    Reestruturação após hack histórico

    Em janeiro de 2018, a Coincheck sofreu o maior hack da história do setor de cripto. Na época, o aproximado a $ 532 milhões de dólares foram roubados da plataforma. Então, em uma movimentação para se reestruturar, em abril do mesmo ano, a bolsa foi comprada pela corretora japonesa Monex Group.

    Então, sob a nova administração da Monex, a Coincheck implementou uma série de medidas para melhorar a segurança de seus sistemas de proteção e negociação, bem como reembolsar os clientes afetados pelo hack.

    Agência de Serviços Financeiros do Japão (FSA Japan)
    Agência de Serviços Financeiros do Japão (FSA Japan)

    Em meados de novembro de 2018, a Coincheck voltou a negociar criptomoedas em sua plataforma. Além disso, ela se uniu à Japan Network Security Association em uma tentativa declarada de restaurar sua imagem.

    Aliás, em dezembro de 2018, a Coincheck recebeu uma licença para operar pela Agência de Serviços Financeiros do Japão (FSA Japan).

    Imagem de capa cortesia da Coincheck.


    Curta a página da CryptoRadar no Facebook e Twitter interaja conosco.
    Já ouviu nosso podcast? Acesse CryptoTalk e ouça.

  • CryptoTalk banner

  • Matérias Relacionadas


    Carregar mais matérias relacionadas.