• Análise Técnica

    CryptoInforme

    CryptoInforme 16/11


    Por Jean Pierre Teixeira Costa • 16 de novembro de 2021
    tempo de leitura do artigo: 5 minutos

    Vamos ao CryptoInforme do dia 16/11!

    CENÁRIO GLOBAL


    EUA

    S&P 500 fecha pouco antes do recorde de alta tecnologia, varejistas brilham

    O S&P 500 e o Nasdaq fecharam perto de máximos recordes na terça-feira, sustentados por ações discricionárias do consumidor, após uma recuperação nos varejistas e dados apontando para a força do consumidor dos EUA. 

    Dessa forma, o S&P 500 subiu 0,39% para 4.700,90, pouco antes de sua alta de fechamento de 4.701,70.

    Por outro lado, o Dow Jones subiu 0,15%, ou 55 pontos, o Nasdaq somou 0,76%.

    Europa

    Ações europeias ampliam rali recorde após conversa entre Xi e Biden

    Alguns índices de ações europeus ampliaram seu rali recorde nesta terça-feira apoiados pelo otimismo sobre algum alívio das tensões entre Estados Unidos e China.

    Dessa forma, o índice FTSEurofirst 300 subiu 0,2%, a 1.893 pontos.

    Enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,17%, a 489 pontos.

    Por outro lado, em Frankfurt, o índice DAX subiu 0,61%, a 16.247,86 pontos.

    Por fim, em Paris, o índice CAC-40 ganhou 0,34%, a 7.152,60 pontos.


    Câmbio

    Dólar fecha em alta e encosta nos 5,50 BRL com risco fiscal doméstico

    O dólar fechou em alta nesta terça-feira (16) após o feriado de 15 de novembro.

    Além disso, a moeda norte-americana subiu 0,75%, cotada a 5,4991 BRL. 

    Dessa forma, com o resultado desta terça, acumula queda de 2,63% no mês. No ano, tem alta de 6,01%.

    Ibovespa fecha em queda de quase 2%, abaixo dos 105 mil pontos

    Por outro lado, o principal índice B3 fechou em forte queda de 1,82%, aos 104.403 pontos, nesta terça-feira (16), devolvendo boa parte da alta acumulada desde o começo do mês.

    Dessa forma, com o resultado, a bolsa acumula queda de 2,63% no mês e alta de 6,01% no ano.


    Fonte: CryptoInforme

    No cenário cripto, o mercado caminha para o seu pior fechamento desde 27 de outubro, impulsionado pela forte queda do Bitcoin (BTC) que arrastou praticamente todas as criptomoedas do TOP 50.

    Dessa forma, com a perda de quase 400 bilhões de dólares, até o momento do fechamento desta edição do CryptoInforme, o mercado caminha em desvalorização de -5,34% com um valor de 2,617 trilhões de dólares.

    Além disso, tivemos também a mínima registrada nos 2,501 trilhões de dólares, o que não ocorria desde o dia 29 de outubro.

    Bitcoin (BTC) – Marketcap Total.
    Fonte: CryptoInforme

    No que se refere à dominância do mercado, o Bitcoin (BTC) ocupa até o momento 43,58% do mercado, o que representa um aumento de + 0,47%, após registrar mínima nos 43,11% e máxima nos 44,22%.

    Bitcoin (BTC) – Dominância.
    Fonte: CryptoInforme

    Por fim, apresentamos as principais criptomoedas que se destacaram nas últimas 24 horas, até o fechamento desta edição:

    • The Sandbox (SAND) +15,98%:
    The Sandbox (SAND) – Price Action
    Fonte: CryptoInforme
    • WAX (WAXP) +8,76%:
    WAX (WAXP) – Price Action
    Fonte: CryptoInforme
    • Decentraland (MANA) +5,46%:
    Decentraland (MANA) – Price Action
    Fonte: CryptoInforme
    • IOTA (MIOTA) +3,45%:
    IOTA (MIOTA) – Price Action
    Fonte: CryptoInforme
    • Huobi Token (HT) +2,53%:
    Huobi Token (HT) – Price Action
    Fonte: CryptoInforme

    Por outro lado, no cenário técnico, o Bitcoin (BTC), retraiu dos níveis próximos a sua máxima histórica e, até o momento, registra uma desvalorização de -5,45% nos 60.142,31 USD, após alcançar máxima nos 63.328 USD e mínima nos 58.563 USD.

    Dessa forma, o dia de hoje não foi nada agradável para os investidores, que viram o mercado em um “banho de sangue” pela manhã após o anúncio da aprovação do projeto de infraestrutura dos EUA e uma nova repressão à mineração de criptomoedas na China.

    Range acumulado

    Com isso, o BTC encontrou uma região de suporte formado por Range acumulado entre os 56.000 USD e os 60.000 USD.

    Dito isto, podemos observar os indicadores de força relativa do preço aliviando e chegando aos níveis de sobrevenda.

    Dessa forma, o fechamento diário às 21h poderá causar um certo pânico além do que já houve caso haja a perda dessa LTA (Linha Tendência de Alta), o que pode carregar o preço do ativo aos níveis de suporte mais abaixo junto à média móvel de 100 períodos na região dos 52.770 USD.

    Bitcoin (BTC) – LTA
    Fonte: CryptoInforme

    Baleias movimentam o mercado

    Por outro lado, observamos também o comportamento de “Baleias”, conhecidas por movimentarem grandes quantidades de ativos dentro do mercado, mexendo em suas carteiras para aumentarem as suas quantidades de Bitcoin na região dos 60.000 USD.

    Nesse sentido, observamos também a terceira maior baleia do mercado em saldo de BTC, agora com 19.433,46915660 BTC, acrescentando 12,84 milhões de dólares.

    Assim, registra-se o aumento em 635 BTC em novembro, tendo o saldo atual de 108.526,56 BTC e uma receita de 4.632.109.617,37 USD.

    Além disso, cabe ressaltar que esse comportamento é comum durante o “Bull Run” e liga o alerta para uma possível iniciação de uma nova corrida bull para a ação do preço do BTC.

    Lado Bullish

    Por outro lado, para o lado Bullish, iniciam-se as especulações sobre um possível ponto de acumulação para essa região e a expectativa para uma resposta mais agressiva do lado comprador do médio para o longo prazo.

    Nesse sentido, espera-se que a resposta desse movimento, que desde o ATH desvalorizou quase 14%, recupere a média exponencial de 21 períodos diários próximo aos 63.900 USD.   

    Reitera-se a importância em se evitar posições com altas alavancagens visto que o atual momento é de risco para essa modalidade.

    Para finalizar, em referência ao gerenciamento de riscos para as operações, é importante respeitar o momento de cautela para as operações e a utilização das ferramentas de proteção para as posições, tais como os stops, para que com o retorno da grande volatilidade não haja agressão ao patrimônio empregado nas operações.

    Bitcoin (BTC) – Price Action 1
    Fonte: CryptoInforme
    Bitcoin (BTC) – Price Action 2
    Fonte: CryptoInforme
    Bitcoin (BTC) – Price Action 3
    Fonte: CryptoInforme


    Reportagem de Jean Pierre Teixeira Costa e reportagem adicional de Ana Flávia Santana Saraiva.


    Acompanhe o CryptoInforme diariamente

    e fique por dentro das principais notícias!

    Curta a página da CryptoRadar no

    Instagram, Facebook, Twitter e interaja conosco!


    OBSERVAÇÃO: O informativo CryptoInforme do dia 16/11 não é aconselhamento financeiro, legal e nem indicativo de compra e venda de qualquer ativo. As decisões de como investir devem ser pessoais e com base em seus estudos e pesquisas sobre o mercado financeiro. 



  • Matérias Relacionadas


    Carregar mais matérias relacionadas.