• Análise Técnica

    CryptoInforme

    CryptoInforme 19/11


    Por Jean Pierre Teixeira Costa • 19 de novembro de 2021
    tempo de leitura do artigo: 5 minutos


    Vamos ao CryptoInforme do dia 19/11!

    CENÁRIO GLOBAL


    EUA

    Nasdaq fecha em alta

    O Nasdaq fechou em máximas históricas na sexta-feira, com a recuperação da tecnologia com ganhos positivos e crescente demanda por setores de crescimento do mercado em meio a tensões sobre a economia global, com novos bloqueios de Covid-19 aparecendo em alguns pontos da Europa. 

    Dessa forma, O S&P 500 caiu 0,19%, o Dow Jones caiu 0,75%, ou 268 pontos, o Nasdaq ganhou 0,44% para encerrar o dia em um recorde de fechamento de 16.057,4.

    Europa

    Índices europeus recuam nesta sexta

    O mercado acionário europeu fechou no vermelho nesta sexta-feira, registrando o primeiro declínio semanal em sete semanas devido a preocupações sobre os danos econômicos de novos lockdowns contra a Covid-19 na região, o que afetou setores cíclicos como bancos e montadoras.

    Nesse sentido, o índice FTSEurofirst 300 caiu 0,32%, a 1.882 pontos.

    Enquanto isso, o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 0,33%, a 486 pontos, depois de rondar máximas recordes mais cedo na sessão.

    Dessa forma, o STOXX 600 fechou a semana em baixa de 0,1%.

    Paralelo a isso, em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,45%, a 7.223 pontos.

    Além disso, em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,38%, a 16.159 pontos.

    Por fim o índice CAC-40 perdeu 0,42%, a 7.112 pontos.


    Câmbio

    Dólar fecha em alta nesta sexta-feira

    O dólar fechou em alta nesta sexta-feira (19), pela quinta sessão consecutiva, em meio a crescentes expectativas de que o banco central dos Estados Unidos apertará sua política monetária mais cedo do que o esperado.

    Nesse sentido, a moeda norte-americana subiu 0,70%, cotada a 5,6080 BRL. 

    Dessa forma, a máxima do dia chegou a 5,6142 BRL.

    Por outro lado, na semana o dólar acumulou alta de 2,75%. No mês, ainda registra queda de 0,70%. No ano, tem valorização de 8,11% contra o real.

    Ibovespa fecha em alta

    Paralelo a isso, o principal índice de ações da bolsa de valores de São Paulo, a B3, fechou em alta nesta sexta-feira (19), após quatro fechamentos consecutivos em baixa, em sessão marcada pelo vencimento de opções sobre ações e com a PEC dos precatórios no radar.

    Nessa linha, o Ibovespa subiu 0,59%, aos 103.035 pontos, mas ainda acumulou perdas de 3,10% na semana.

    Dessa forma, no acumulado de novembro, o recuo é de 0,45%.

    Assim, em 2021, a queda é de 13,43%.


    Fonte: CryptoInforme

    No cenário cripto, o mercado de criptomoedas aqueceu nesta sexta-feira. Seguiu em valorização com alta de +4,49% e uma capitalização total de 2,568 trilhões de dólares. 

    Nesse sentido, a máxima do dia alcançou 2,601 trilhões de dólares e a mínima 2,39 trilhões de dólares.

    Bitcoin (BTC) – Marketcap Total.
    Fonte: CryptoInforme

    Por outro lado, no que se refere à dominância, o Bitcoin (BTC) tem, até o fechamento desta edição do CryptoInforme, um perda de -2,46%, ocupando até o momento 42,65% do mercado.

    Bitcoin (BTC) – Dominância.
    Fonte: CryptoInforme

    Por fim, apresentamos as principais criptomoedas que se destacaram nas últimas 24 horas, até o fechamento desta edição:

    • Immutable X (IMX) +31,41%:
    Immutable X (IMX) – Price Action
    Fonte: CryptoInforme
    • Loopring (LRC) +27,06%:
    Loopring (LRC) – Price Action
    Fonte: CryptoInforme
    • Fantom (FTM) +21,90%:
    Fantom (FTM) – Price Action
    Fonte: CryptoInforme
    • Elrond (EGLD) +17,01:
    Elrond (EGLD) – Price Action
    Fonte: CryptoInforme
    • Enjin Coin (ENJ) +16,11%:
    Enjin Coin (ENJ) – Price Action
    Fonte: CryptoInforme

    No cenário técnico, o Bitcoin (BTC) operou durante a sexta-feira recuperando-se da grande depressão de quinta-feira.

    Até o momento do fechamento desta edição do CryptoInforme, o BTC operava em valorização de +1,76%, com o preço de 57.917 USD.

    Dessa forma, pode-se observar uma resposta à ação vendedora, este fato até o momento vem configurando um suporte na região entre os 54.000 USD e os 56.600 USD com bastante força.

    Assim, para o momento as atenções voltam-se para a briga do preço com a média móvel de 50 períodos diários na região dos 59.000 USD.

    Comportamento das Médias Móveis

    No que se refere ao comportamento das médias móveis exponenciais nesta região, pode-se observar a retração das médias de 8 e 21 períodos diários de curto prazo que até o momento estão distantes da ação do preço.  

    Além disso, analisando o gráfico semanal, pode-se observar também a ação do preço respeitando a média móvel exponencial de 8 períodos e formando um suporte acima do maior fechamento semanal de abril que formou um topo com bastante resistência para o período.

    Linha Tendência de Baixa

    Por outro lado, o gráfico intradiário, no período de 4 horas, apresenta a formação de uma Linha Tendência de Baixa (LTB), cuja ação do preço vem respeitando desde os 66.000 USD, formando topos e fundos mais baixos.

    Por conseguinte, ainda dentro deste movimento LTB, percebemos o afastamento da ação do preço das médias móveis com as suas mínimas até o momento respeitando uma Cunha Descendente, que pode resultar na reversão ou na continuação do movimento que o antecede.

    Desta forma, vale observar o comportamento da ação do preço para os rompimentos deste padrão.

    Portanto, em caso de reversão, o Bitcoin poderá caminhar para o encontro com a média móvel exponencial de 21 períodos (4h), na região dos 59.932 USD, o que poderá resultar na reversão desta tendência de baixa de curto prazo.

    Por outro lado, caso haja continuação do movimento, a ação do preço poderá atingir a região entre os 54.000 USD e 52.000 USD.

    Força relativa

    No que se refere à força relativa, podemos observar por meio dos indicadores – BSI e RSI, uma saturação do preço para o lado vendedor, com os níveis chegando próximos às mínimas desses indicadores, esse momento é conhecido por “oversold” (sobrevenda).

    Dessa forma, há que se ter muita cautela no que se refere a vendas para o momento, visto que a continuidade do movimento de alta para o longo prazo pode estar próximo.

    Para finalizar, em referência ao gerenciamento de riscos para as operações, é importante respeitar o momento de cautela para as operações e a utilização das ferramentas de proteção para as posições, tais como os stops, para que com o retorno da grande volatilidade não haja agressão ao patrimônio empregado nas operações.

    Bitcoin (BTC) – Price Action 1
    Fonte: CryptoInforme
    Bitcoin (BTC) – Price Action 2
    Fonte: CryptoInforme


    Reportagem de Jean Pierre Teixeira Costa e reportagem adicional de Ana Flávia Santana Saraiva.


    Acompanhe o CryptoInforme diariamente

    e fique por dentro das principais notícias!

    Curta a página da CryptoRadar no

    Instagram, Facebook, Twitter e interaja conosco!


    OBSERVAÇÃO: O informativo CryptoInforme do dia 19/11 não é aconselhamento financeiro, legal e nem indicativo de compra e venda de qualquer ativo. As decisões de como investir devem ser pessoais e com base em seus estudos e pesquisas sobre o mercado financeiro. 


  • CryptoTalk banner

  • Matérias Relacionadas


    Carregar mais matérias relacionadas.