• Análise Técnica

    CryptoInforme

    CryptoInforme 27/10


    Por Jean Pierre Teixeira Costa • 27 de outubro de 2021
    tempo de leitura do artigo: 5 minutos

    Vamos ao CryptoInforme do dia 27/10!

    CENÁRIO GLOBAL


    EUA

    S&P 500 atenua as máximas de todos os tempos na queda do Facebook

    O S&P 500 caiu na quarta-feira, com o declínio nos setores cíclicos, incluindo compensação financeira e energética e uma alta intradiária em tecnologia, perdendo o fôlego.

    Nesse sentido, o S & P 500 caiu 0,5%, encerrando o dia abaixo de seu recorde de fechamento de 4.574,79. O Dow Jones caiu 0,74%, enquanto o Nasdaq subiu 0,12%.

    Por fim, o setor financeiro foi puxado para baixo pela queda das ações dos bancos, à medida que os rendimentos do Tesouro caíam, com o rendimento de 10 anos caindo para menos de 1,6% e o rendimento de 30 anos caindo para menos de 3%.

    Europa

    Balanços otimistas elevam ações europeias para perto de máximas recordes

    As bolsas europeias fecharam em baixa nesta quarta-feira, 27, em meio a balanços trimestrais mistos de companhias locais, além do apetite por risco menos acentuado em Nova York, após os dois principais índices acionários de Wall Street renovarem recordes recentemente.

    Nesse sentido, o índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em baixa de 0,36%, aos 474,04 pontos.

    Por outro lado, em Frankfurt o índice DAX subiu 1,01%, a 15.757,06 pontos.

    Por fim, em Paris, o índice CAC-40 ganhou 0,80%, a 6.766,51 pontos.


    Câmbio

    Dólar fecha em queda de 0,30%, sob o aguardo da decisão do Copom

    O dólar fechou em queda de 0,30%, cotado a 5,5551 BRL, nesta quarta-feira (27).

    Assim, diante desse resultado, os mercados ficaram à espera da decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central sobre a nova taxa básica de juros, em meio a expectativas de elevação mais agressiva da Selic.

    Dessa forma, a moeda norte-americana acumula avanço de 2,01% no mês contra o real. No ano, a alta é de 7,09%.

    Bovespa fecha em queda na véspera de nova taxa Selic

    O principal índice de ações da bolsa de valores de São Paulo, a B3, fechou em leve queda nesta quarta-feira (27), com o mercado no aguardo da decisão do Banco Central sobre a taxa de juros, esperada para o início da noite.

    Dessa forma, o Ibovespa recuou 0,05%, a 106.363 pontos. 

    Assim, em outubro, a bolsa acumula queda de 4,16%. No ano, a queda é de 10,63%.


    Fonte: CryptoInforme

    No cenário cripto, a quarta-feira operou em queda com uma desvalorização de -4,70% e uma saída de aproximadamente 120.59 bilhões de dólares da capitalização total do criptomercado.

    Bitcoin (BTC) – Marketcap Total.
    Fonte: CryptoInforme

    No que se refere à dominância do mercado, o Bitcoin (BTC) ganhou mais +1,68% e passou a ocupar 45,03% do capital total do mercado cripto.

    Bitcoin (BTC) – Dominância.
    Fonte: CryptoInforme

    Por fim, apresentamos as principais criptomoedas que se destacaram nas últimas 24 horas, até o fechamento desta edição:

    • 1inch network (1INCH) +41,67%:
    1inch network (1INCH) – Price Action
    Fonte: CryptoInforme
    • Enjin Coin (ENJ)+3,76%:
    Enjin Coin (ENJ) – Price Action
    Fonte: CryptoInforme
    • Polygon (MATIC) +5,69%:
    Polygon (MATIC) – Price Action
    Fonte: CryptoInforme
    • Helium (HNT) +3,14%:
    Helium (HNT) – Price Action
    Fonte: CryptoInforme
    • Secret (SCRT) +3,10%:
    Secret (SCRT) – Price Action
    Fonte: CryptoInforme

    No cenário técnico, o Bitcoin (BTC) operou em desvalorização e registrou uma perda de -3,09% nas últimas 24 horas, o ativo atingiu a máxima do dia nos 61.489 USD, registrou mínima nos 58.100 USD e fechou a 58.465 USD.

    Nesse sentido, após a madrugada agitada de grandes liquidações e o retorno do BTC abaixo dos 60.000 USD, pode-se perceber a ação do preço testando a média exponencial de 26 períodos diários.

    Dessa forma, o teste do primeiro suporte retorna na zona de 0,236 da extensão Fibonacci do movimento.

    Bitcoin (BTC) – Retração de Fibonacci
    Fonte: CryptoInforme

    Dito isto percebemos o comportamento da média móvel exponencial de 26 períodos que hoje se encontra na região dos 57.733 USD, este indício mostra a evolução do preço médio em relação aos últimos 26 períodos diários.

    Por outro lado, do ponto de vista técnico podemos também perceber a formação gráfica do padrão baixista Ombro-Cabeça-Ombro (OCO), uma figura que sinaliza uma possível mudança de tendência.

    Bitcoin (BTC) – Ombro-Cabeça-Ombro
    Fonte: CryptoInforme

    Assim, a confirmação da reversão poderia levar o ativo em uma tendência baixista de curto prazo a ser negociado na região dos 51.800 USD, porém o padrão só é confirmado com o rompimento da linha do ombro que está traçada nos 58.636 USD com um volume expressivo de negociações.

    Nesse sentido, este rompimento até o momento não se confirmou.

    Por outro lado, pode-se observar a ação do preço e os níveis de força relativa em tempos gráficos intradiários com o de 2 horas, que já mostra um início de força compradora nessa região e uma convergência entre o preço e a ação da força.

    Bitcoin (BTC) – Convergência
    Fonte: CryptoInforme

    Este fator não impede que o preço não continue buscando níveis mais interessantes para negociações no ativo, porém nos indica que há interesse em acumulação nessa região, o que é bastante positivo, pois contribui para a evolução das médias móveis e para a valorização do preço do ativo no médio para o longo prazo.

    Dessa forma, caso ocorra  a retomada bullish para o ativo, poderá carregar o preço por meio de uma reversão de tendência para níveis de preço entre os 60.000 USD e os 65.000 USD, criando um Range para essa região e mais uma zona de acumulação.

    Reitera-se a importância em se evitar posições com altas alavancagens visto que o atual momento é de risco para essa modalidade.

    Para finalizar, em referência ao gerenciamento de riscos para as operações, é importante respeitar o momento de cautela para as operações e a utilização das ferramentas de proteção para as posições, tais como os stops, para que com o retorno da grande volatilidade não haja agressão ao patrimônio empregado nas operações.


    Reportagem de Jean Pierre Teixeira Costa e reportagem adicional de Ana Flávia Santana Saraiva.


    Acompanhe o CryptoInforme diariamente e fique por dentro das principais notícias!

    Curta a página da CryptoRadar no Instagram, Facebook, Twitter e interaja conosco!



    OBSERVAÇÃO: O informativo CryptoInforme do dia 27/10 não é aconselhamento financeiro, legal e nem indicativo de compra e venda de qualquer ativo. As decisões de como investir devem ser pessoais e com base em seus estudos e pesquisas sobre o mercado financeiro. 


  • CryptoTalk banner

  • Matérias Relacionadas


    Carregar mais matérias relacionadas.