• Análise Técnica

    Bitcoin

    Fundo do Bitcoin? 5 razões pelas quais o preço do BTC pode chegar a US$ 10.000


    Por Ana Flávia Santana Saraiva Saraiva • 27 de junho de 2022
    tempo de leitura do artigo: 5 minutos


    Fundo do Bitcoin? 5 razões pelas quais o preço do BTC pode chegar a US$ 10.000

    Já estamos no fundo? Várias métricas de prazos mais altos sugerem que o fundo real do BTC será algo em torno de US$ 10.000

    Os mercados em baixa têm sido historicamente desafiadores para os traders e o conjunto convencional de indicadores “confiáveis” que determinam bons pontos de entrada são incapazes de prever quanto tempo um inverno criptográfico pode durar.

    Nesse sentido, a recente recuperação do Bitcoin ( BTC ) acima do nível de preço psicologicamente importante de US$ 20.000 foi um sinal para muitos traders de que o fundo estava no fundo, mas um mergulho mais profundo nos dados sugere que o rali de alívio de curto prazo pode não ser prova suficiente de uma macro mudança de tendência de nível.

    Além disso, evidências que apontam para a necessidade de muita cautela, conforme orienta um relatório recente da empresa de pesquisa de criptomoedas Delphi Digital, que sugeriu que “precisamos ver um pouco mais de dor antes de termos convicção de que o mercado está no fundo”.

    Assim, apesar da dor que já foi sentida desde que o preço do Bitcoin atingiu o topo em novembro, uma comparação entre sua retração desde então e o topo do mercado de 2017 aponta para a possibilidade de queda ainda maior no curto prazo.

    Preço BTC/USD normalizado desde o máximo histórico (pico atual vs. 2017) fonte: Delphi Digital

    Para esclarecer, durante os mercados de baixa anteriores, o preço do BTC caiu cerca de 85% do topo ao eventual fundo. 

    Assim, de acordo com a Delphi Digital, se a história se repetir no ambiente atual, isso se traduziria em “uma baixa acima de US$ 10.000 e outro rebaixamento de 50% para os níveis atuais”.

    Paralelo a isso, ass perspectivas para o Ether ( ETH ) são ainda piores, já que o mercado de baixa anterior viu seu preço cair 95% do pico ao vale. Se esse mesmo cenário acontecer desta vez, o preço do Ether pode cair para US$ 300.

    Redução percentual do preço ETH/USD (ATH atual vs. anterior). Fonte: Delphi Digital

    Assim, Delphi Digital disse:

    “O risco de reviver uma queda semelhante é maior do que a maioria das pessoas provavelmente está descontando, especialmente se o BTC não conseguir manter o suporte na faixa de US$ 14.000 a US$ 16.000”.

    As condições de sobrevenda prevalecem

    Para os traders que procuram onde está o fundo do mercado atual, os dados mostram que “os principais fundos anteriores do mercado coincidiram com condições extremas de sobrevenda”.

    Dessa forma, conforme mostrado no gráfico semanal abaixo, o RSI de 14 semanas do BTC recentemente caiu abaixo de 30 pela terceira vez em sua história, com as duas ocorrências anteriores chegando perto do fundo do mercado.

    Preço semanal BTC/USD vs. RSI de 14 semanas. Fonte: Delphi Digital

    Momento de muita cautela

    Embora alguns possam tomar isso como um sinal de que agora é um bom momento para reentrar no mercado, a Delphi Digital ofereceu uma palavra de cautela para aqueles que esperam uma recuperação em “forma de V”.

    Nesse sentido, observou:

    “Nos dois ciclos anteriores, o BTC negociou em um oscilação lateral por vários meses antes de finalmente encenar uma forte recuperação.”

    Além disso, uma visão da média móvel simples de 200 semanas (SMA) também levanta questões sobre se o nível de suporte histórico se manterá novamente.

    Preço BTC/USD vs. SMA de 200 semanas e RSI de 14 semanas. Fonte: Delphi Digital

    Por fim, o Bitcoin quebrou recentemente abaixo de sua SMA de 200 semanas pela primeira vez desde março de 2020.

    Nessa linha, historicamente falando, o preço do BTC foi negociado abaixo desse nível por algumas semanas durante os mercados de baixa anteriores, o que aponta para a possibilidade de que um fundo possa ser encontrado em breve.

    A capitulação final

    Paralelo a tudo isso, o que o mercado está realmente procurando agora é a capitulação final que historicamente marcou o fim de um mercado em baixa e o início do próximo ciclo.

    Embora o sentimento no mercado esteja agora em seu ponto mais baixo desde o crash do COVID-19 em março de 2020, ele ainda não atingiu as profundezas do desespero que foram vistas em 2018.

    Assim, de acordo com a Delphi Digital, “podemos ver um pouco mais de dor antes que o sentimento realmente desapareça”.

    Índice de medo e ganância de criptomoedas. Fonte: Alternativa

    Situação Macroeconômica e a interferência no preço do BTC

    A fraqueza no mercado de criptomoedas é aparente desde o final de 2021, mas a verdadeira força motriz por trás do desmoronamento do mercado inclui inflação descontrolada e taxas de juros crescentes.

    BTC/USD vs. taxa de fundos do Fed vs. balanço do Fed. Fonte: Delphi Digital

    Dessa forma, o aumento das taxas de juros tende a ser seguido por correções de mercado e, como o Federal Reserve pretende manter o curso das taxas de aumento.

    Assim, o Bitcoin e outros ativos de risco provavelmente serão corrigidos ainda mais.

    Além disso, uma métrica final que sugere que um evento final de capitulação precisa ocorrer é a porcentagem de oferta de BTC no lucro, que atingiu um mínimo de 40% durante os mercados de baixa anteriores.

    Preço BTC/USD vs. porcentagem de oferta no lucro. Fonte: Delphi Digital

    Para finalizar, cabe esclarecer que essa métrica está atualmente em 54,9%, de acordo com dados da Glassnode, o que adiciona credibilidade à perspectiva de que o mercado ainda pode experimentar outra queda antes que o fundo real chegue.

    Fundo do Bitcoin? 5 razões pelas quais o preço do BTC pode chegar a US$ 10.000

    Fonte: https://cointelegraph.com/news/final-capitulation-5-reasons-why-bitcoin-could-bottom-at-10-000 (com adaptações)


    ISENÇÃO DE RESPONSABILIDADE
    Os pontos de vista e opiniões expressos pela CryptoRadar ou qualquer pessoa mencionada neste artigo, são apenas para fins informativos e não constituem aconselhamento financeiro, de investimento ou outros afins. Investir ou negociar criptoativos traz risco de perda financeira.



  • Matérias Relacionadas


    Carregar mais matérias relacionadas.