Cursos de Cripto já são ministrados nas melhores universidades do mundo

0
51
Cursos de Cripto já são ministrados nas melhores universidades do mundo

Estudo realizado pela Coinbase em parceria com a Qriously revelou o aumento do interesse por cripto por parte dos estudantes.

O estudo original da Coinbase inclui uma pesquisa com a Qriously com 675 universitários dos EUA. Uma revisão abrangente de cursos em 50 universidades internacionais e entrevistas com professores e alunos.

Cursos de Cripto estão presentes em 42% das 50 melhores universidades

A cada ano, a indústria de cripto vem se tornando mais conhecida ao redor do mundo. Um dos indicadores é a quantidade de pessoas interessadas em cursos sobre criptomoedas e tecnologia blockchain.

No estudo da Coinbase é relatado que, quando David Yermack, da Stern School of Business da Universidade de Nova Iorque (NYC), lançou um curso sobre blockchain e serviços financeiros em 2014, apenas 35 estudantes se inscreveram. Em 2018, essa realidade mudou. O número de interessados passou para 230, um aumento de 650%.

“O processo de migração da maioria dos dados financeiros para organizações baseadas em blockchain já está em curso”, afirma Yermack. “Os alunos irão se beneficiar tremendamente ao estudar essa setor.”

Acompanhando essa tendência, as universidades passaram a oferecer cursos de cripto com o intuito de preparar os estudantes para o futuro. Novos centros de pesquisa estão sendo criados enquanto novos cursos de cripto estão sendo incluídos em suas grades.

O estudo analisou as 50 melhores  universidades, de acordo com o relatório da USNews Education. O resultado foi surpreendente. Do total, 42% das melhores universidades do mundo já possuem um ou mais cursos de cripto em sua grade curricular.

Cursos de Blockchain e Criptomoedas nas 50 melhores universidades do mundo
Cursos de Blockchain e Criptomoedas nas 50 melhores universidades do mundo. Fonte: Coinbase

Os cursos de criptomoedas e blockchain são mais comuns nos EUA. Entretanto, essa realidade parece estar mudando. Apesar de 2 universidades internacionais, das 18 presentes no estudo, oferecerem apenas um curso de blockchain ou criptomoedas, 5 delas oferecem mais de um.

De acordo com o estudo, os cursos estão espalhados em 3 setores: Matemática e Ciência, Negócios e Finanças e Ciências Sociais. Do total dos cursos oferecidos, 81% estão inseridos na área de Matemática e Ciência. Já as áreas de Negócios e Finanças e Ciências Sociais, acumulam 15% e 4% respectivamente.

Percentual dos cursos de cripto, por área
Percentual dos cursos de cripto, por área. Fonte: Coinbase

Interesse independente da Área

Entre estudantes, o interesse em criptomoedas e blockchain independe da área de graduação. O estudo, conduzido pela Coinbase e executado pela Qriously, entrevistou 675 universitários dos EUA. Ele relata que 47% dos alunos de Ciências Sociais possuem interesse no assunto. Já os universitários das áreas de Ciência da Computação e Engenharia, apenas 34% possuem interesse em cripto.

A pesquisa também relata que 17% dos alunos de Ciência da Computação e Engenharia já fizeram algum curso de cripto. Nas áreas de Economia e Matemática, esse número cai para 15% e 11%, respectivamente.

Dentre os universitários entrevistados, 17% deles acreditam possuir um conhecimento muito bom sobre cripto, enquanto apenas 9% da população em geral acredita ter um bom conhecimento em cripto. Similarmente, 18% dos estudantes afirmaram possuir ou terem possuído moedas digitais, o dobro quando comparado com a população em geral.

Interesse de universitários em cursos de cripto
Interesse de universitários em cursos de cripto. Fonte: Coinbase

De todo modo, 25% de todos os entrevistados afirmaram como certo ou provável sua inscrição em um curso de blockchain ou criptomoedas.”Há uma tremenda animação entre os alunos”, disse Benedikt Bünz, um doutorando em Stanford com foco em criptomoedas.

A demanda por profissionais qualificados continua aumentando e as oportunidades de emprego no setor aumentaram bastante. De acordo com Bünz, “se você é experiente em criptomoedas e blockchain, você terá muita dificuldade em não encontrar emprego.”

Acesse o estudo completo, “The rise of crypto in higher education“, publicado no blog da empresa na plataforma Medium.

 

E você, já fez algum curso de blockchain ou criptomoedas? Comente abaixo.

 


Curta a página da CryptoRadar no Facebook e interaja conosco.

Nosso episódio sobre ETF já está no ar! Acesse CryptoTalk e ouça nosso podcast.


Comente aqui