• Criptoativos

    Bitcoin

    Bitcoin (BTC) como proteção contra a inflação!


    Por Dassia Souza • 12 de outubro de 2021
    tempo de leitura do artigo: 3 minutos

    Após um fim de semana de estabilização; aumenta a confiança no Bitcoin (BTC) como proteção contra a inflação americana.

    Bitcoin (BTC) rumo aos USD 58K?

    Os aumentos de preços do BTC ocorrem depois uma queda expressiva para menos de USD 30K no final de julho. Atualmente, o BTC está em torno de USD 6.000 de distância do recorde histórico de USD 64.863 que atingiu em 14 de abril de 2021. Pois, está sendo negociado a USD 57.500 com uma alta de 4,50% nas últimas 24 horas e de 18,08% nos sete dias anteriores, de acordo com a CoinMarketCap.

    Nesse sentido, o analista Michael van de Poppe, acredita que o próximo preço de alta para o BTC será de USD 61.000 em diante.

    A capitalização de mercado do BTC ultrapassa USD 1 trilhão, superando as do Facebook (NASDAQ:FB), cuja capitalização é de USD 928 bilhões, e da Tesla (NASDAQ:TSLA ) avaliada em USD 795 bilhões. Do mesmo modo, o Bitcoin (BTC) se separou dos mercados de ações dando sinais que o BTC pode estar deixando de ser um ativo puramente especulativo para se tornar um hedge (proteção) inflacionária.

    Bitcoin (BTC) como proteção contra a inflação

    O BTC segue o caminho do ouro, que tem uma capitalização de mercado de USD 11 trilhões aproximadamente. Nesse sentido, o J.P. Morgan Chase & Co, maior banco americano, se manifestou sobre a inflação americana e disse que as instituições preferem o BTC ao ouro como proteção inflacionária:

    “Os investidores institucionais parecem estar voltando ao Bitcoin (BTC), talvez vendo-o como uma proteção inflacionária melhor do que o ouro.”

    Do mesmo modo, o CEO e presidente do provedor de portfólio de blockchain Immutable Holdings Jordan Fried, declarou que o crescimento do BTC excederia o ouro e mais que dobraria seu valor:

    O Bitcoin é “ouro 2.0″ e um dia ultrapassará o valor de mercado do ouro de USD 10 trilhões. De fato, o BTC provavelmente duplicará o valor de mercado do ouro e atingirá USD 20 trilhões ou mais, implicando USD 1 milhão por moeda quando o ativo se aproximar de 21 milhões de moedas extraídas”.

    Moedas principais

    Além disso, Ethereum (ETH), aumentou 0,25% 24 com um preço de USD 3.606. Enquanto, o período anterior de sete dias, aumentou 7,48%.

    Em 7 de outubro de 2021, foi anunciado que Auto1 FT, um parceiro financeiro alemão na indústria automotiva, está utilizando os contratos inteligentes do ETH. Pois tem como objetivo permitir o financiamento de compras de veículos pela primeira vez na Europa utilizando a tecnologia.

    Além disso, o Auto1 FT reduzirá custos e erros, já que empregará a tecnologia blockchain e usará contratos inteligentes em todo o processo de financiamento.

    Mercado global de criptoativos

    Ontem o mercado de criptomoedas manteve-se no verde. Atualmente, o valor total do mercado é de USD 2,35 trilhões, representando um aumento de 0,51% em relação ao dia anterior.

    Além disso, o volume geral do mercado de criptoativos nas últimas 24 horas aumentou em USD 103,13 bilhões, refletindo um aumento de 1,94%. Enquanto isso, o volume de 24 horas da DeFi é de 11,56% do volume total do mercado de criptoativos, USD 11,92 bilhões. Enquanto o volume combinado de todas as stablecoins ​​é de USD 82,18 bilhões, ou 79,6%.

    Destaque para o Shiba Inu (SHIB), que teve um aumento nas últimas semanas, com uma alta de 3,26% no dia e um aumento surpreendente de 223,77% nos últimos sete dias.

    Price action do BTC no diário

    Você acha que a adoção do Bitcoin (BTC) como proteção inflacionária influenciaria no aumento de preço? Comente!

    Curta a página da CryptoRadar no Instagram, Facebook e Twitter interaja conosco.

    Fonte: Bitcoin trades $8,000 below its all-time high as it’s on track to hit $57k

  • CryptoTalk banner

  • Matérias Relacionadas


    Carregar mais matérias relacionadas.