• Criptoativos

    Bitcoin

    Fidelity defendeu a aprovação de ETF de Bitcoin (BTC) em reunião fechada com a SEC


    Por Dassia Souza • 16 de setembro de 2021
    tempo de leitura do artigo: 2 minutos

    A Fidelity defendeu a aprovação de ETF de Bitcoin (BTC) em reunião fechada via vídeo com a SEC.

    A Fidelity é uma das maiores gestoras de ativos nos EUA com mais de 38 milhões de clientes e mais de USD 11 trilhões em ativos sob gestão, com 75 anos de existência no mercado.

    Fidelity defendeu a aprovação de ETF de Bitcoin (BTC)

    Além disso, a Fidelity Investments descreveu os benefícios de seu fundo negociado em bolsa Bitcoin (ETF) em reunião privada em 8 de setembro de 2021. Pois tinha como objetivo convencer a Securities and Exchange Commission (SEC) a aprová-lo.

    De fato, de acordo com a Bloomberg, os executivos da Fidelity Digital Assets se reuniram com os reguladores da SEC em uma chamada de vídeo privada.

    Nesse sentido, a Fidelity listou argumentos para a aprovação do produto. Por exemplo o crescente interesse dos investidores em moedas virtuais e o crescimento dos hodlers de Bitcoin (BTC).

    Empresas competindo para lançar Bitcoin ETF

    Várias empresas planejam desenvolver ETFs Bitcoin ou ETFs baseados em futuros de Bitcoin com o objetivo de expandir o alcance das criptomoedas.

    Do mesmo modo, sob Gary Gensler e seu predecessor Jay Clayton, a SEC adotou uma abordagem cautelosa e até agora nenhuma das propostas obteve aprovação. 

    Por outro lado, Gensler indicou que está aberto à ideia de um ETF de Bitcoin, desde que cumpra os requisitos mais rígidos para fundos mútuos. Pois a maioria das aplicações, incluindo Fidelity’s, são arquivadas com os regulamentos de 1930 e permitem às bolsas de valores listar os produtos de maneira auto regulada.

    “Os produtos baseados em futuros de Bitcoin (BTC) não são uma etapa provisória necessária antes de um ETP de Bitcoin. As empresas devem atender à demanda dos investidores por exposição direta ao Bitcoin por meio de ETFs registrados de acordo com as leis da década de 1930″

    Fidelity

    Enquanto isso, no mês de março a Fidelity apresentou seu pedido de Bitcoin ETF chamado Wise Origin Bitcoin Trust. Da mesma forma, outras empresas que buscam aprovação para produtos semelhantes como a WisdomTree Investments e Ark Investment Management.

    Senadores pedem a Gensler orientação sobre criptoativos

    Na terça-feira, o presidente Gary Gensler informou aos legisladores que sua agência está trabalhando 24 horas por dia para chegar a um conjunto de regras. As quais regularão os mercados de criptomoedas enquanto mantém os interesses dos investidores americanos em foco.

    Além disso, Gensler disse ao Comitê Bancário do Senado que ele e seus colegas trabalham para proteger os investidores e regular os novos ativos digitais e moedas.

    No entanto, o presidente da SEC anunciou que poderia usar “muito mais pessoas” para examinar os 6.000 “projetos” digitais inovadores e determinar se qualificam como valores mobiliários sob Lei dos EUA. 

    “Atualmente, não temos proteção suficiente ao investidor de criptoativos, emissão, negociação ou empréstimo. Neste momento, é mais como o Velho Oeste ou o velho mundo de ‘cuidado com o comprador’ que existia antes da promulgação de leis de valores mobiliários”.

    Gensler

    Qual será o destino das ETF de Bitcoin (BTC)? Deixe seus comentários!

    Curta a página da CryptoRadar na Instagram, Facebook e Twitter interaja conosco.

    Fonte: Fidelity advocated for Bitcoin ETF approval in private SEC video call


  • Matérias Relacionadas


    Carregar mais matérias relacionadas.