• Criptoativos

    Bitcoin

    O Bitcoin é impopular?


    Por Ezequiel Gomes • 12 de abril de 2019
    tempo de leitura do artigo: 1 minuto

    Os seres humanos, por viverem em sociedade, desenvolveram o conceito de popularidade, que indica um certo nível de fama, sucesso e importância relativa que uma pessoa goza diante das outras em determinados contextos.

    Refletindo sobre isso ao ler um artigo do Guia do Bitcoin, pensei no oposto disso e numa certa impopularidade que o Bitcoin tem entre algumas pessoas e os motivos por detrás disso.

    O fenômeno chama a atenção especialmente diante da extrema popularidade que o ativo tem diante de outra parcela das pessoas, o que torna sua “impopularidade” bastante curiosa.

    Ocorre que o Bitcoin é a transição entre um mundo mais conhecido e, portanto, mais confortável, para um mundo novo que ainda está nascendo e prometendo transformar o mundo em amplas medidas.

    Conquanto pessoas abertas à inovação e mudança se entusiasmem com isso grandemente, os demais naturalmente se demonstram reticentes.

    Muitas pessoas têm a impressão de que o Bitcoin “não é para elas”, uma vez que imaginam que precisarão aprender termos complexos de computação e matemática para entender a moeda digital. Além disso, elas se sentem bastante inseguras ao receber ou precisar fazer uma transação com Bitcoin, e nem sempre se tranquilizar diante de tempos de espera de confirmação e coisas desse tipo é fácil para essas pessoas.

    Além do mais, a ausência de maiores oportunidades de “gastar” o Bitcoin completa uma série de fatores que fazem do Bitcoin, impopular.

    Claro que aquele cara que comprou BTC em 2012 e ficou milionário em 2017 pode ser bem popular entre algumas pessoas que não gostam do BTC em si, e elas esperam ver o gasto da fortuna em moeda fiduciária mesmo.

    Poucos percebem que os pontos negativos do Bitcoin são passos naturais de algo novo e que moldará o futuro inevitavelmente, de forma que o que resta é se resignar e começar a entender e a experimentar a lidar com essa tecnologia desde já, o que pode gerar know-how e ajudar as pessoas que enfrentarem seus medos a se posicionar de forma mais inteligente e estratégica diante do novo mundo que está sendo construído aos olhos de todos.


    Curta a página da CryptoRadar no Facebook e Twitter interaja conosco.
    Já ouviu nosso podcast? Acesse CryptoTalk e ouça.



  • CryptoTalk banner

  • Matérias Relacionadas


    Carregar mais matérias relacionadas.