BTCUSD -1.42%
$6478.59
BTCBRL 1.42%
R$6478.59
Buscar

Criptoativos

Bitcoin

Solução? Optech cria Grupo para Ajudar na Escalabilidade do Bitcoin


Por Alexandre Dantas Lage • 31 de julho de 2018 • tempo de leitura do artigo: 3 minutos

A escalabilidade têm sido tópico de debate na comunidade do bitcoin há algum tempo. Além disso, mesmo quando uma nova tecnologia se torna disponível, fazer com que as pessoas a utilizem se torna o próximo obstáculo. O SegWit (Segregated Witness), por exemplo, ainda não foi adotado por grande parte das carteiras e prestadores de serviços e nem todas as corretoras realizam transações em lote.

Unificar Debates sobre Escalabilidade

Anunciado oficialmente em 20 de julho de 2018, a Bitcoin Optech está criando um fórum onde desenvolvedores de Bitcoin e empresas podem se unir para resolver os problemas de escalabilidade da moeda em harmonia, através de workshops e debates online.

O projeto foi iniciado por John Newbery e James O’Beirne, desenvolvedores da Chaincode Labs, empresa de desenvolvimento de criptomoedas sediada em Nova Iorque que é uma das grandes colaboradoras do Bitcoin Core. O ex-gerente de produtos da Google, Steve Lee, é o gerente de produtos da Optech e outros grandes apoios vem da Xapo, através de seu CEO, Wences Casares, e do investidor institucional John Pfeffer, que está contribuindo no financiamento inicial do projeto para cobrir as despesas.

trio Optech

“Nossa hipótese é que, se conseguirmos prover fóruns ou unir outros colaboradores do universo open source (código aberto) e membros da indústria e assim, tentar ajudar àqueles que fazem parte do universo de cripto a adotarem as melhores práticas de escalabilidade, isso seria muito mais proveitoso do que ficarmos ‘gritando’ uns com os outros no reddit,” disse Newbery em uma entrevista à Bitcoin Magazine.

O grupo é direcionado para desenvolvedores open source do Bitcoin, corretoras, provedores de serviços de carteiras e outros membros da indústria. A ideia é unir todos os participantes e debater as melhores práticas para a adoção de soluções como o segwit, transações em lote e melhor estimativas de taxas. No futuro, a Bitcoin Optech talvez possa debater sobre Lightning Network, Schnorr signatures e scriptless scripts, quando essas tecnologias estiverem mais maduras.

A ideia original para o grupo surgiu de um e-mail de Adam Back, CEO da Blockstream, uma empresa focada em promover o desenvolvimento da tecnologia blockchain e do protocolo Bitcoin, enviado a um grupo de pessoas no final do ano passado. Agora, a ideia já possui pernas.

Antes de começar, Newbery disse que O’Beirne e Lee visitaram cerca de 20 empresas Bitcoin em São Francisco e Nova Iorque para questioná-las sobre seus problemas, aprender quais tecnologias de escalabilidade elas estavam usando e avaliar seu interesse em contribuir para um grupo da indústria. Como eles receberam feedback positivo para iniciar o grupo, o trio avançou com seus planos.

Participar do fórum exige uma taxa de associação de 5.000 USD, embora Newbery mantenha a taxa anual como nominal. “Não pretendemos lucrar com isso. O que é muito mais valioso para nós é o engajamento”, disse ele, acrescentando que qualquer informação coletada por eles é direcionada à solução de problemas.

Até agora, o grupo produziu quatro boletins semanais e realizou seu primeiro workshop no início desta semana em São Francisco. O workshop contou com 17 pessoas, a maioria engenheiros, representando seis empresas de bitcoin. A Optech diz que realizará mais workshops na Costa Leste dos EUA, Europa e Ásia.

Esforço em Conjunto

empresas que participam da optech

A Coinbase, corretora de criptoativos, foi uma das primeiras a adotar a ideia. “Estamos empolgados em trabalhar com a Optech no esforço de dimensionar e melhorar o bitcoin”, disse Brock Miller, engenheiro líder de bitcoin da Coinbase, em um comunicado. “Ao colaborar com os engenheiros líderes neste espaço, poderemos ir bem mais além do que enfrentarmos esses problemas sozinhos.”

A startup de pagamento digital, Square, também assinou contrato como membro da Optech. “Na Square, continuamos a explorar formas de criptomoedas poderem expandir o acesso financeiro, e estamos empolgados em ajudar a promover um ecossistema colaborativo para o benefício de todos”, disse Mike Brock, chefe de desenvolvimento estratégico da Square.

A Optech também planeja hospedar fóruns on-line, monitorar a adoção de protocolos de escalabilidade e produzir um “Cookbook de escalabilidade”, que incluirá diretrizes para a implementação de tecnologias de escalabilidade no Bitcoin.

“A Optech é a culminação das ideias de muitas pessoas diferentes e esperamos que este seja um esforço da comunidade com a contribuição de todo o ecossistema”, disse Newbery.

Qual a sua opinião sobre a escalabilidade do bitcoin? Comente.


Curta a página da CryptoRadar no Facebook.


Nosso terceiro episódio já está no ar! Acesse CryptoTalk e ouça nosso podcast.

Compartilhe