• Criptoativos

    ETF de criptomoedas da BetaShares atinge recorde no dia de abertura


    Por Dassia Souza • 8 de novembro de 2021
    tempo de leitura do artigo: 2 minutos

    O ETF de criptomoedas da BetaShares atinge recorde no dia de abertura na Bolsa de Valores Australiana.

    ETF de criptomoedas da BetaShares atinge recorde no dia de abertura

    A empresa australiana de gestão de fundos BetaShares, lançou um ETF de criptomoedas, o qual, atingiu o recorde da Bolsa de Valores Australiana (ASX) nos primeiros 15 minutos de negociação.

    Além disso, o fundo CRYP (Capital Appreciation Portfolio Diversification) permite aos investidores ganhar exposição a 50 criptomoedas negociadas em todo o mundo.

    Incluindo exchanges, empresas de mineração e empresas de equipamentos.

    Algumas das principais participações da CRYP incluem Galaxy Digital (12,0%), Marathon Digital (11,3%), Coinbase Global (10,7%), Silvergate Capital (10,2%) e Microstrategy (9,4%).

    Nesse sentido, os investidores ultrapassaram o recorde existente da ETF de USD 5,8 milhões (8 milhões de dólares australianos) em questão de minutos.

    Portanto, no total, alcançaram os quase USD 31,3 milhões (42,5 milhões de dólares australianos) até o final do dia de abertura, indicando uma demanda massiva de exposição nas criptomoedas no ASX.

    Confiança no ETF

    Do mesmo modo, o CEO da plataforma australiana de investimento criptográfico Zerocap, Ryan McCall, disse que o sucesso da CRYP não foi surpresa.

    Pois, ele notou a confiança dos australianos nas criptomoedas durante os últimos 12 meses.

    “Assim atingimos recordes em nossos negócios este ano; a demanda de indivíduos com alto patrimônio líquido, escritórios familiares e consultores disparou, e parece estar pronta para acelerar com a adoção institucional”.

    Ryan McCall

    A Comissão Australiana de Títulos e Investimentos (ASIC) deu a luz verde para o lançamento das ETFs Bitcoin (BTC) e Ethereum (ETH).

    Sucesso da CRYP

    O sucesso da CRYP reflete o lançamento da ProShares Bitcoin Strategy ETF, a primeira ETF Bitcoin de futuros nos EUA.

    Nesse sentido, o lançamento de outubro teve um volume de cerca de 1 bilhão de dólares em seu dia de abertura, com 24,313 milhões de ações da BITO mudando de mãos.

    Entretanto, os reguladores americanos parecem estar reticentes em aprovar uma ETF Bitcoin spot (mercado à vista), colocando a Austrália à frente do jogo.

    Enquanto isso, McCall disse que os ETFs Bitcoin futuros “são um produto inferior para se expor ao Bitcoin, com um preço desconectado do ativo subjacente”.

    E aí, você que o ETF de criptomoedas da BetaShares supere ao ETF de futuros de Bitcoin da ProShares? Comente!

    Curta a página da CryptoRadar na Instagram, FacebookTwitter e interaja conosco.

    Fonte: BetaShares’ crypto company ETF smashes Australian records on opening day


  • Matérias Relacionadas


    Carregar mais matérias relacionadas.