• Criptoativos

    Altcoins

    Urgente: Carteiras da criptomoeda Solana estão sendo drenadas em ataque hacker massivo


    Por Ana Flávia Santana Saraiva Saraiva • 3 de agosto de 2022
    tempo de leitura do artigo: 3 minutos


    Urgente: Carteiras da criptomoeda Solana estão sendo drenadas em ataque hacker massivo

    Pesquisadores de segurança estão aconselhando os usuários de carteiras baseadas em navegadores a desconectar os aplicativos de todos os sites e transferir fundos para uma nova carteira.

    A criptomoeda Solana é a mais nova vítima de hackers de criptomoedas, com milhares de usuários relatando que seus fundos foram roubados das principais carteiras conectadas à Internet, incluindo a Trust Wallet, Phantom e Slope.

    Nesse sentido, os usuários das carteiras estão afirmando que milhões foram roubados.

    Dessa forma, de acordo com vários usuários, o ataque nas carteiras está drenando os fundos dos usuários. Os detalhes exatos da exploração ainda não são conhecidos.

    Assim, disse a empresa de segurança em blockchain OtterSec:

    “Mais de 5.000 carteiras Solana foram drenadas nas últimas horas.

    Essas transações estão sendo assinadas pelos proprietários reais, sugerindo algum tipo de comprometimento de chave privada.”

    “Estamos trabalhando em estreita colaboração com outras equipes para chegar ao fundo de uma vulnerabilidade relatada no ecossistema Solana”, disse a equipe Phantom. “Neste momento, a equipe não acredita que este seja um problema específico da Phantom.” A quantia exata roubada das carteiras dos usuários ainda não foi mensurada.

    Recente: Vale do Bitcoin” é inaugurado em Honduras

    “Desconectem seus aplicativos de todos os sites”, dizem especialistas

    Paralelo a isso, especialistas de segurança estão aconselhando os usuários de carteiras baseadas em navegadores a desconectar os aplicativos de todos os sites e transferir fundos para uma nova carteira.

    Dessa forma, a incerteza está criando verdadeiro pânico para os proprietários de carteiras da Solana.

    Embora o hack não tenha sido explicado, a carteira “Htp9MGP8Tig923ZFY7Qf2zzbMUmYneFRAhSp7vSg4wxV” foi mencionada por vários especialistas como sendo a do hacker, ela atualmente tem um saldo de US$ 6 milhões, sendo a maioria em stablecoins.

    Nesse sentido, a carteira recebeu centenas de transações de endereços diferentes às 21:22 desta terça-feira, 2 de agosto.

    Além disso, Youness Kasmi, fundador da Private Foxes, também identificou 2 outras carteiras que drenam os fundos dos usuários.

    Fonte: Twitter

    Nessa mesma linha, o investigador do Blockchain PeckShield em 2 de agosto disse que o hack generalizado provavelmente se deve a um “problema da cadeia de suprimentos” que foi explorado para roubar chaves privadas do usuário por trás das carteiras afetadas. 

    Ele disse que a perda estimada até agora é de cerca de US $ 8 milhões. 

    Fonte: Twitter

    Dois grandes endereços de carteira suspeitos de pertencer ao hacker que têm um saldo combinado de aproximadamente 37.777 SOL (US$ 1,5 milhão). Uma terceira carteira, com cerca de 2.402 SOL (US$ 95.000), continua a ver fundos drenados para seu endereço como resultado do ataque.

    Por fim, o hack parece estar afetando todos os tokens baseados em Solana e as recomendações são que os usuários movam todos os tokens para uma carteira fria, revogue aplicativos confiáveis ​​como mercados de NFT e tire os ativos de sites de staking.

    Diga-nos o que achou desta matéria. Deixe seu comentário!

    Acompanhe análise técnica do BTC feita pelo time da CryptoRadar. Acesse aqui!

    Urgente: Carteiras da criptomoeda Solana estão sendo drenadas em ataque hacker massivo

    Fonte: Livecoins (com adaptações)


    ISENÇÃO DE RESPONSABILIDADE
    Os pontos de vista e opiniões expressos pela CryptoRadar ou qualquer pessoa mencionada neste artigo, são apenas para fins informativos e não constituem aconselhamento financeiro, de investimento ou outros afins. Investir ou negociar criptoativos traz risco de perda financeira.



  • Matérias Relacionadas


    Carregar mais matérias relacionadas.