• Guias e Tutoriais

    Criptoativos

    O que é Hard Fork? Termos que você precisa conhecer


    Por Ana Flávia Santana Saraiva Saraiva • 18 de maio de 2022
    tempo de leitura do artigo: 5 minutos


    O que é Hard Fork? Termos que você precisa conhecer

    Depois de tudo que estamos presenciando com a stablecoin Luna, é importante a gente estar familiarizado com alguns termos. Hoje vamos falar sobre Hard Fork.

    Antes de começar a falar sobre palavras como soft, hard e outras usadas de forma estranha, gostaria de dar uma breve explicação de cada termo. Apenas para ter certeza de que estamos falando a mesma língua.

    Então,

    1. Protocolo Blockchain: convenção de código que define as regras de conexão, mineração e transação. Para ser parte da rede, você deve cumprir o protocolo.
    2. Fork: momento em que você possui uma versão de protocolo diferente da principal.

    Agora, vamos falar sobre cada uma de maneira mais detalhada

    A primeira pergunta que precisamos responder antes de falar sobre forks ou qualquer outro tipo de talher é: Por que precisamos atualizar o protocolo?

    1. Para corrigir importantes riscos de segurança encontrados em versões antigas: Como a criptomoeda é uma invenção relativamente nova, ela entrou recentemente no período de vida que uma moeda regular passou anos atrás. Levou muitas versões de papel, cor, fonte, camadas de segurança e muito mais para desenvolver o dólar que conhecemos hoje. Agora é muito mais difícil falsificá-lo. Da mesma forma, levará algum tempo para encontrar todos os riscos de segurança da criptomoeda e corrigi-los.
    2. Para adicionar novas funcionalidades: O fato de ter o Windows 10 hoje basicamente significa que o primeiro Windows exigiu alguma melhoria. Muitas melhorias. O código Blockchain também é atualizado de ano para ano. Uma vez que é um desenvolvimento de código aberto, os desenvolvedores trabalham em todo o mundo e propõem suas melhorias à comunidade. Se um recurso for bom o suficiente, ele será adicionado à próxima versão.
    3. Para reverter as transações: Lembra-se dos dólares falsos? O governo poderia meter o pilantra no xilindró, mas dificilmente poderia reembolsar todas as pessoas que o aceitavam como dinheiro real. Uma pena. No mundo das criptomoedas, você pode minimizar os danos. Uma vez que a comunidade descobre que eles têm uma violação de segurança, eles podem proclamar todas as transações feitas a partir de uma data especificada como não existentes. Como, nunca aconteceu. Você já quis voltar no tempo? Aqui você pode, divirta-se. Para os bons, esse processo inverso significa que só precisamos fazer as transações novamente. Para o “mau” – será mais difícil roubar. Porém, não é impossível.

    O que é um soft fork?

    Por outro lado, conforme mencionado anteriormente, isso é uma mudança de protocolo, mas com compatibilidade com versões anteriores.

    Usarei as leis de trânsito como um exemplo (na verdade, eles são bastante parecidos).

    Nesse sentido, digamos, os EUA tinham uma lei que a velocidade mínima da rodovia deveria ser de 30 milhas e no máximo de 60 milhas. Um dia, o governo decide que, a partir de agora, será um mínimo de 40 e um máximo de 70. O que vai acontecer? Para a maioria dos motoristas, que dirigem com uma velocidade média de 55 milhas – nada vai mudar. Para eles ainda possível dirigir e não estão violando o novo mínimo. Mas se você dirigisse a 30 milhas – você precisaria acelerar.

    Da mesma forma, você não precisa atualizar sua versão do Blockchain imediatamente para a do soft fork, e você pode trabalhar exatamente como fez antes, a menos que você queira fazer algo contra o novo protocolo.

    Fonte: https://cointelegraph.com.br/

    O que é um hard fork?

    Se continuarmos com o exemplo do trânsito, o hard fork é basicamente a criação de um novo universo paralelo. Com suas próprias rodovias, motoristas e leis.

    Dessa forma, se houvesse um motorista que morasse em Nebraska e tivesse um Jeep – agora existiria um “Motorista Cash” a mais, que mora em “Nebraska Cash” e tem um “Jeep Cash”.

    Então, ambos os motoristas vivem vidas separadas em universos separados. Mas o piloto da Nebraska Cash nunca poderá visitar seu doppelganger ou se candidatar a um emprego na Nebraska – não há portal entre as realidades. Parece um enredo de “Black Mirror”.

    Voltemos aos termos cripto. Após um fork, a versão anterior e a nova estão completamente divididas, não há nenhuma opção de comunicação ou transação entre as duas. Geralmente, a nova versão herda todo o histórico de transações e, a partir de agora, cada versão terá seu próprio histórico.

    Fonte: https://cointelegraph.com.br/

    Casos de hard fork

    Bitcoin Cash

    Diferença do Bitcoin original: maior velocidade de transação, menos descentralizado.

    O que aconteceu: Após o hard fork, o Bitcoin Cash tornou-se uma moeda nova e separada, todo mundo que tinha Bitcoin antes do hard fork recebeu a mesma quantia de Bitcoin Cash em sua carteira.

    Quando aconteceu: 1º de agosto de 2017

    The DAO

    A diferença do Ethereum Blockchain: O The DAO foi construído como um contrato inteligente no Ethereum Blockchain e foi destinado a funcionar como um fundo de capital de risco. Após a criação, todos os detentores de Ether poderiam trocá-lo por tokens DAO.

    O que aconteceu: o DAO foi hackeado e, como resultado, 3,6 milhões de Ether foram subtraídos. A fim de evitar que o hacker embolsasse a grana, a comunidade votou por um soft fork. Mas, após um curto período, a maioria votou pelo hard fork também.

    Quando aconteceu: 20 de julho de 2016


    Agora que você sabe o que é um Fork, conta pra gente o que acha do caso da Luna?

    Acompanhe análise técnica do BTC feita pelo time da CryptoRadar. Acesse aqui!

    O que é Hard Fork? Termos que você precisa conhecer

    Fonte: https://cointelegraph.com.br/bitcoin-cash-for-beginners/what-is-hard-fork (com adaptações)


    ISENÇÃO DE RESPONSABILIDADE
    Os pontos de vista e opiniões expressos pela CryptoRadar ou qualquer pessoa mencionada neste artigo, são apenas para fins informativos e não constituem aconselhamento financeiro, de investimento ou outros afins. Investir ou negociar criptoativos traz um risco de perda financeira.



  • Matérias Relacionadas


    Carregar mais matérias relacionadas.