BTCUSD -1.42%
$6478.59
BTCBRL 1.42%
R$6478.59
Buscar

Criptoativos

Altcoins

Clientes da Coinbase podem usar Cripto no Uber e Google


Por Alexandre Dantas Lage • 25 de julho de 2018 • tempo de leitura do artigo: 2 minutos

Nova forma de utilização de criptomoedas no dia a dia é lançada através de uma parceria entre a corretora de criptoativos e a empresa de cartões digitais WeGift.

Em uma publicação feita hoje, 25 de julho, no blog oficial da Coinbase na plataforma Medium, Zeeshan Feroz, CEO da Coinbase no Reino Unido, anunciou a nova forma de se utilizar moedas digitais em nosso cotidiano.

Os usuários da plataforma da Coinbase poderão comprar e-gift cards e vincular suas carteiras de criptomoedas à eles, criando assim uma maneira de se pagar por bens e serviços diretamente em criptomoedas.

A nova maneira de usar as moedas digitais nasceu da parceria entre a Coinbase e a WeGift. O resultado é que usuários agora poderão adquirir bens e serviços de grandes empresas como Google, Uber, Nike, entre outros.

marcas que aceitam o uso do e-gift card da coinbase

Essa parceria visa criar uma maneira fácil e prática para a aquisição de produtos e serviços para clientes da plataforma. De acordo com Feroz, “tornar as moedas digitais mais fáceis de se usar, negociar e gastar é parte fundamental dos nossos esforços para melhorar a experiência do cliente.”

Ao utilizar o novo serviço, a taxa de saque da Coinbase não será cobrada. Além disso, os clientes também receberão, em média, 5% de bônus em seus e-gift cards. Esse número varia de acordo com cada cartão, dependendo da empresa vinculada à ele. O novo serviço visa aumentar a flexibilidade e o controle do cliente sobre o uso de suas moedas virtuais.

benefícios e-gift card coinbase

* 5% é o bônus médio. Esse número varia de acordo com o e-gift card.

Expansão no Curto Prazo

O novo serviço está disponível, atualmente, em alguns países da Europa e na Austrália. Mas de acordo com Feroz, a empresa já possui planos claros de expansão, tanto para novos países como para novas empresas.

“No presente momento, o serviço está disponível no Reino Unido, França, Espanha, Itália, Holanda e Austrália, e estaremos expandindo o número de mercados e empresas de varejo nos próximos três meses, bem como estamos procurando expandir para novos países em breve”, afirmou.

A plataforma de negociações de criptoativos da Coinbase, a Gdax, somente aceita cadastros de residentes dos Estados Unidos, Canadá, Austrália, Cingapura e países europeus.

Em sua opinião, quando acredita que teremos algum serviço parecido aqui no Brasil? Comente.


Curta a página da CryptoRadar no Facebook.


Nosso terceiro episódio já está no ar! Acesse CryptoTalk e ouça nosso podcast.

Compartilhe