• Criptoativos

    Bitcoin

    Em Parceria, ICE, Microsoft e Starbucks irão Criar Ecossistema de Ativos Digitais


    Por Alexandre Dantas Lage • 3 de agosto de 2018
    tempo de leitura do artigo: 2 minutos

    Hoje, todos nós fomos surpreendidos pela excelente notícia da semana, do mês e talvez do ano da indústria de criptoativos. A Intercontinental Exchange (ICE), empresa que controla a bolsa de Nova Iorque (New York Stock Exchange NYSE), se aliou à Microsoft e à Starbucks com o intuito de criar um ecossistema global para ativos digitais.

    Plataforma Aberta de Ativos Digitais

    É difícil pagar pelo seu café com bitcoin, mas a Starbucks pode estar pronta para tornar isso mais fácil.

    A varejista de bebidas está se unindo a uma das maiores operadoras de câmbio do mundo, a Intercontinental Exchange, que controla a icônica Bolsa de Valores de Nova Iorque (NYSE). A ICE acabou de criar um empreendimento chamado Bakkt, projetado para melhor integrar as moedas digitais ao comércio global.

    Apesar do aumento astronômico do Bitcoin no ano passado, a moeda digital ainda não é amplamente usada para comprar e vender bens reais na maioria dos países. Muitas startups buscaram facilitar a adoção das criptomoedas através do desenvolvimento de soluções de pagamento para os comerciantes, mas poucas tiveram sucesso conectando todos os players necessários. O ICE quer ajudar a mudar isso.

    “A Bakkt foi projetada para servir como um facilitador para a participação institucional, comercial e de consumidores em ativos digitais, promovendo maior eficiência, segurança e utilidade”, disse Kelly Loeffler, diretor executivo da Bakkt, que até recentemente era chefe de comunicações da ICE. “Estamos colaborando para construir uma plataforma aberta que ajuda a liberar o potencial de transformação dos ativos digitais em mercados e comércio globais”.

    Importância da Regulação nos Mercados

    Como parte do esforço, a ICE planeja introduzir um contrato de futuros em novembro que difere dos derivativos já oferecidos pelos concorrentes norte-americanos CME Group e Cboe Global Markets, pois ele será entregue fisicamente. Na data do vencimento, os donos dos contratos receberão Bitcoin e não em dinheiro. A entrega física é importante para alguns grandes participantes do mercado financeiro, já que eles tendem a não confiar em mercados não regulamentados, onde o bitcoin é negociado atualmente. Ao contrário desses mercados de criptomoedas, o ICE é altamente regulado.

    “É prudente para eles, como uma bolsa, listar a nova e promissora moeda digital, e sabendo que as criptomoedas não irão desaparecer, faz sentido que eles façam isso”, disse Maria Adamjee, presidente da Megalodon. Capital. “Mas o mercado está realmente pronto para fazer isso?”

    A ICE disse que a Starbucks e a Microsoft se uniram para ajudar consumidores e instituições a “comprar, vender, armazenar e gastar ativos digitais”. As empresas não forneceram um cronograma da empreitada.

    O fundador e CEO da Intercontinental Exchange, Jeffrey Sprecher, concluiu:

    Ao trazer infra-estrutura regulada e conectada, juntamente com aplicações institucionais e de consumidor para ativos digitais, pretendemos construir confiança na classe de ativos em escala global, consistente com nosso histórico de trazer transparência e confiança para mercados antes não regulamentados.

    Além do ICE e da M12, braço de capital de risco da Microsoft, é esperado que os investidores da Bakkt incluam uma afiliação ao Fortress Investment Group, Eagle Seven, Galaxy Digital, Horizontes Ventures, Alan Howard, Pantera Capital, Protocolo Ventures e Susquehanna International Group.

     

    Qual o impacto você acredita que esse empreedimento trará para o universo de criptomoedas? Comente.


    Curta a página da CryptoRadar no Facebook e interaja conosco.


    Já ouviu nosso podcast? Acesse CryptoTalk e fique por dentro.

  • CryptoTalk banner

  • Matérias Relacionadas


    Carregar mais matérias relacionadas.