• Tecnologia

    Blockchain

    Bancos centrais do Canadá e Cingapura realizam primeira transação em blockchain


    Por Alexandre Dantas Lage • 2 de maio de 2019
    tempo de leitura do artigo: 1 minuto

    Os bancos centrais do Canadá e Cingapura realizaram a primeira transação em blockchain utilizando moedas digitais e a tecnologia distribuída de livro-razão (DLT). Essa é a primeira transação em blockchain entre bancos centrais no mundo.

    Através de uma publicação oficial, a Autoridade Monetária de Cingapura (MAS), afirmou que a transação foi um sucesso pois o processo possui “grande potencial para aumentar a eficiência e reduzir os riscos dos pagamentos transfronteiriços.”

    Primeira transação em blockchain de bancos centrais

    A transação experimental foi realizada através da conexão entre duas DLTs – o Projeto Ubin, da MAS, e o Projeto Jasper, do Banco do Canadá (MoC). Cada projeto utiliza sua própria rede blockchain e possui sua própria moeda digital. Enquanto o Ubin utiliza o R3 da Corda, o Jasper utiliza o Quorum da JPMorgan.

    As duas redes foram conectadas utilizando a técnica Hashed Time-Locked Contrats (HTLC), permitindo que os bancos realizassem pagamentos diretamente entre si, dispensando um intermediário. O processo se tornou possível através do auxílio tecnológico oferecido pelo JPMorgan e Pela Accenture.

    Para Sopnendu Mohanty, chefe de fintech da MAS, a “próxima onda de projetos de blockchain de bancos centrais podem progredir ainda mais ao unir os experimentos tecnológicos com questões políticas sobre o futuro dos pagamentos transfronteiriços”, acrescentando:

    É um trabalho desafiador. Porém, damos as boas vindas a outros bancos centrais que queiram se unir a nós nessa colaboração global para beneficiar consumidores, empresas e o setor financeiro em geral.

    Scott Hendry, diretor especial de tecnologia financeira do BoC, também comentou o experimento. De acordo com Hendry:

    O mundo dos pagamentos transfronteiriços é muito complicado e caro. Nossa jornada exploratória no uso da tecnologia DLT para tentar reduzir alguns dos custos e aprimorar a rastreabilidade desses pagamentos nos trouxe muitas lições.

    Além disso, os bancos publicaram em conjunto um relatório descrevendo as diferentes opções de projeto para permitir tais sistemas de liquidação.

    Os projetos Jasper e Ubin estão operacionais desde 2016 como parte de um esforço para aumentar a eficiência dos pagamentos bancários.


    Curta a página da CryptoRadar no Facebook e Twitter interaja conosco.
    Já ouviu nosso podcast? Acesse CryptoTalk e ouça.

  • CryptoTalk banner

  • Matérias Relacionadas


    Carregar mais matérias relacionadas.