• Tecnologia

    Segurança

    Os limites da liberdade – Assange e Bitcoin


    Por Ezequiel Gomes • 11 de abril de 2019
    tempo de leitura do artigo: 2 minutos

    A comunidade internacional recebeu hoje a notícia de que Assange, criador do Wikileaks, foi preso em Londres ao perder o asilo político do Equador, em um caso bastante estranho onde surgiram acusações de que Assange estaria sendo chantageado e por não ceder à chantagem foi entregue para ser preso. Outra versão é que o novo presidente do Equador foi implicado no vazamento dos chamados “Panama Papers” e se vingou de Assange.

    O Wikileaks fez história criando uma plataforma de notícias livres que terminou revelando segredos internacionais de graves implicações para a segurança de inúmeros países, conforme relatado em todos os jornais do mundo e em vários documentários e filmes produzidos sobre o caso.

    No auge da polêmica sobre o website, os governos cortaram as contas bancárias do wikileaks que passou a aceitar doações em Bitcoin para burlar o bloqueio bancário imposto sobre a iniciativa.

    A prisão de Assange marca um momento tenebroso dessa jornada como um todo à luz do conceito e do exercício da liberdade de expressão. Não há dúvidas de que informações sensíveis existem e podem ser preservadas e resguardadas em contextos de preservação da segurança nacional, mas quando surgem fatos contundentes que revelam tramar diplomáticas, empresariais e militares que revelam as marcas da corrupção e da ilegalidade, expor isso é dever de uma imprensa livre.

    Defensores e acusadores de Assange certamente se manifestarão defendendo cada qual seu ponto de vista, mas todos devem se preocupar dos rumos autoritários que as coisas estão tomando no mundo quando esse tipo de postura lamentável vem à tona.

    Nesse cenário, pensamos sobre o impacto da liberdade financeira que o Bitcoin pode trazer às pessoas e imaginando que um sistema doente pode tentar reagir à perda de sua estrutura de privilégios prendendo pessoas por exercer sua liberdade financeira. Será?

    Isso seria gravíssimo e pessoalmente não creio que veremos isso se cumprindo em termos tão simplistas. Mas só a perspectiva nesse tipo de direção já nos faz vislumbrar de quão longe o sistema político/social/econômico pode eventualmente chegar na tentativa de proteger e perpetuar a si mesmo.

    O desenvolvimento e solidificação da tecnologia blockchain ao redor do mundo junto com a prosperidade que ela pode chegar talvez venha a frear os ímpetos dos governantes quanto à decisões drásticas contra os adeptos de um dinheiro livre do controle estatal, mas ainda assim a disposição de calar, perseguir e prender dissidentes que ousem defender uma postura mais livre é preocupante, ainda que não me atinja tão diretamente quanto atingiu Assange hoje.

    Esperamos que Assange possa se defender e demonstrar a correção de suas posturas frente aos interesses muitas vezes escusas daqueles que viram seus segredos vergonhosos expostos na rede mundial de computadores e agora contra-atacam tentando calar não somente o homem por detrás do wikileaks, mas a própria liberdade.

    Se essa é a situação atual, ela conta com todo o nosso repúdio.


    Curta a página da CryptoRadar no Facebook e Twitter interaja conosco.
    Já ouviu nosso podcast? Acesse CryptoTalk e ouça.




  • CryptoTalk banner

  • Matérias Relacionadas


    Carregar mais matérias relacionadas.